MI – Marketing Inteligente
Partilhe com a sua rede
Aumente a sua conversão com testes A/B

As melhores práticas de testes A/B: não cometa estes 7 erros

Os testes A/B são um método extremamente útil para testar as suas suposições de marketing. Eles visam trazer alguma objetividade ao que já foi um domínio amplamente criativo. Experiências controladas, nas quais os sujeitos do teste são divididos em duas variações, a fim de comparar os resultados para provar ou refutar uma hipótese, são comuns em muitos campos científicos.

O teste A/B é uma ferramenta poderosa para CRO (otimização da taxa de conversão) usada para validar certas decisões tomadas no processo de optimização do conteúdo de marketing. Ele pode ser usado para testar qualquer coisa, desde copywriting, imagens, call-to-action, etc. De designs completamente diferentes a tons ligeiramente diferentes de azuis, os testes A/B ajudam a definir objetivamente se algum elemento tem impacto.

Obviamente, não é preciso dizer que testes A/B bem planeados e executados podem ter um impacto positivo significativo nos seus resultados de marketing. Mas, mesmo que isso não aconteça, o maior benefício dos testes A/B é o poder de tomar decisões fundamentadas. Determinar o que funciona e o que não funciona é importante para garantir que o esforço que você coloca no marketing não seja desperdiçado. O teste A / B, quando usado corretamente, pode ser muito poderoso.

Aqui, encontrará uma lista de erros comuns no teste A/B para poder melhorar as suas iniciativas de teste:

Nem todos precisam de fazer isso

Pode pensar que não precisa necessariamente realizar testes A/B, porque tem uma grande compreensão do que funciona para si e para o seu mercado-alvo – mas pode-se surpreender. A realidade é que o que é verdade hoje pode não ser verdade amanhã, devido ao mercado ou aos concorrentes.

Os benefícios do teste A/B incluem, mas não se limitam a, taxas de rejeição reduzidas, taxa de conversão aumentada, envolvimento melhorado e análise mais clara. Estas são coisas em que qualquer empresa pode obter um impacto positivo.

O seu negócio pode estar a ir bem, mas nunca saberá se pode fazer melhor sem fazer alguns testes. O teste A/B não é apenas reativo, ele pode ser usado em uma abordagem proactiva. Ele elimina o grau de subjetividade.

 

Não ter o objetivo certo definido

Optimize o seu marketing com teste A/B bem direcionado

Vai ser essencial antes de embarcar em um teste que se pergunte, se está testando a variável correcta. Pode parecer óbvio, mas precisa ter uma boa ideia de por que está conduzindo um teste em primeiro lugar. Defina e certifique-se de que possa avaliar adequadamente sua métrica de avaliação antes de iniciar o teste. Fazer isso garante que possa tomar uma decisão sem ambiguidade depois de o teste terminar.

Claro, há um grande número de variáveis potenciais para testar. Pense quais métricas são mais importantes para a sua empresa. Pergunte a si mesmo em quais métricas está inseguro. Quais métricas não podem ser medidas por ferramentas como o Google Analytics? Será importante analisar os elementos do seu kit de ferramentas de marketing e pensar em possíveis formas alternativas de fazer as coisas; da linha do assunto, para o email do remetente, para o nome do remetente, para as imagens e assim por diante.

Eu consegui resultados iguais. Que perda de tempo

Não se esqueça de que o objetivo final de executar um teste é aprender algo com eles e ajustar a sua estratégia a partir daí. Às vezes, após um teste, os resultados serão muito próximos. Isso não significa que perdeu o seu tempo testando. Isso significa que agora tem uma ideia mais clara de quais variáveis são importantes e quais não são importantes, quando considera como seguir a sua estratégia de marketing. A variável que escolheu não é um fator de influência. Ter o objetivo certo em mente é crucial para evitar desperdiçar seu tempo.

Nenhuma mudança no desempenho, significa que terá que trabalhar para identificar quais fatores realmente importam para possíveis clientes em potencial. Existem muitos elementos diferentes que pode testar, por isso é hora de se levantar e tentar outra coisa.

Eu fiz um teste! Terminei

Infelizmente, conforme os mercados mudam e as preferências do seu público mudam, precisará continuar a testar suas suposições. Às vezes, precisará executar os mesmos testes várias vezes e alterar as variáveis até obter o melhor desempenho.
Além disso, precisará dos seus testes para continuar focando nos detalhes da sua página, otimizando a sua taxa de conversão ao longo do tempo. Muitas vezes, é importante lançar um novo design para uma página, para ver se ele tem impacto.

No entanto, não execute muito o mesmo teste. Não esqueça a intenção de executar esses testes – estamos a verificar se uma alteração causa algum impacto. Se testar algo e perceber que o impacto teve um significado estatístico, pode ter certeza de que uma mudança vale a pena.

Então, digamos que perceba que, quando o botão de CTA testado é maior, a conversão é maior. Então, continuaria a torná-lo maior para todos os possíveis clientes enquanto trouxer aumento de conversão. O próximo passo depois disso é encontrar outra variável para testar, como a sua cor, etc.

O teste A / B é muito difícil

Executar um teste não é um método reservado apenas para gurus de marketing experientes. Todos que têm os recursos disponíveis e o conhecimento necessário devem conseguir testar e obter bons resultados. Isso não significa necessariamente que deva contratar alguém para fazer os testes para si. Escolher um software que elimine a adivinhação da execução desses testes poupará muitas dores de cabeça. A plataforma VBOUT possui testes A /B incorporados para simplificar o processo. Clique aqui para saber mais.

O tamanho da amostra não é importante

Outro erro comum é terminar o teste cedo demais. Dependendo da variável testada, geralmente é bom trabalhar com os recursos adequados para determinar o tamanho significativo da amostra. Na Web, geralmente significa executar o teste por tempo suficiente para capturar a quantidade certa de tráfego

A chave aqui é calcular o tamanho da amostra desejada antes de executar o teste. Existem muitas calculadoras de amostras de teste A / B online. Basicamente, precisa de ir com uma ideia da sua taxa de conversão base e, em seguida, o aumento mínimo que você deseja detectar. Esses números permitem calcular o tamanho ideal da amostra para um teste.

No entanto, observe que o tamanho da amostra é essencialmente predeterminado no processo de e-mails de teste A/B, já que você está enviando um e-mail para uma lista pré-preenchida, é claro.

Testar mais de uma coisa de uma só vez

Como na experimentação tradicionalmente controlada, a identificação de apenas uma variável ajudará a entender mais claramente os resultados do teste. Para a maioria das empresas, pode ser mais vantajoso executar vários testes sucessivamente, em vez de construir a infraestrutura para testar vários testes ao mesmo tempo, pois para isso ser eficaz vai precisar de muito tráfego ou de forma geral, de uma amostra muito grande, além de conhecimentos avançados em testes multivariados ou acesso a um software que o faça automaticamente da forma correcta (na maior parte dos casos isso não é viável). Normalmente os que usam Inteligência Artificial são os mais eficazes, no entanto convém reafirmar que necessitam de uma amostra grande, para darem resultados significativos.

Pode querer matar dois pássaros com uma só pedra. Infelizmente, isso não funciona bem no mundo dos testes. Estaria essencialmente procurando em duas direcções totalmente diferentes, atirando para ver qual pássaro acertou com sucesso.


Há imensos benefícios em usar o teste A / B como uma maneira de reforçar a sua estratégia de marketing com algumas percepções objetivas. Abrir espaço para testes será uma parte importante do sucesso do marketing de qualquer empresa. É claro que, como com qualquer outra coisa, será preciso tentativa e erro para ter certeza de que está realizando os seus testes da maneira certa.

O teste A/B é uma parte importante de tornar a sua estratégia de marketing mais eficaz, por isso é importante que não se sinta intimidado por ele – especialmente se tiver as ferramentas para ajudá-lo (em apenas alguns cliques!). Qualquer um pode fazer um bom conteúdo com as ferramentas e dedicação adequadas. Tem mais alguma pergunta? Entre em contacto com a nossa equipa aqui para saber como pode automatizar os seus testes A/B.

Fonte: Blog Vbout

About the Author Renato Ferreira

Consultor e formador de Marketing Digital e Estratégia. Especializado em Inbound Marketing, Automação e Growth Marketing. Licenciado em Biologia Ambiental, Ecoturista por paixão e fundador/presidente da Associação Natureza Mediterrânica. Historial de empreendedor em várias áreas, com sucessos e insucessos, com os quais aprendi muito, sobre o que resulta ou não. Criador de vários sites e campanhas de marketing digital - Inbound Marketing - Growth Marketing, em especial em empresas de Consultoria, Turismo e SaaS.

follow me on:
>